jump to navigation

Insanidade Saturday, October 9, 2010

Posted by Ágata in Música, Pensando....
1 comment so far

É definida como fazer sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.

As vezes eu me sinto meio que uma idiota, simples e absolutamente.

Mas dai eu tenho esse bando de amigos fodas que me animam e me lembram que idiota não sou eu, é o resto do mundo 8D

You’re gonna break another heart, you’re gonna tell another lie
Well here I am and there you go, you’re gone again
I know you’re gonna be the way you’ve always been
I should have known, I couldn’t win

Because I love you so I take much more than I should take
You build me up and for a while I’m all a-glow
Then your fickle heart sees someone else and there you go

Advertisements

500 dias Monday, September 6, 2010

Posted by Ágata in Citações, Lembranças, Pensando....
add a comment

Summer: I woke up one morning and I just knew.
Tom: Knew what?
Summer: What I was never sure of with you.

Summer: Well, you know, I guess it’s ’cause I was sitting in a deli and reading Dorian Gray and a guy comes up to me and asks me about it and… now he’s my husband.
Tom: Yeah. And… so?
Summer: So, what if I’d gone to the movies? What if I had gone somewhere else for lunch? What if I’d gotten there 10 minutes later? It was – it was meant to be. And… I just kept thinking… Tom was right.
Tom: No.
Summer: Yeah, I did.
[laughs]
Summer: I did. It just wasn’t me that you were right about.

(more…)

Don’t look away Wednesday, August 25, 2010

Posted by Ágata in "Querido Diário", Pensando....
add a comment

Quarta-feira sempre me anima porque é dia de dançar, de chegar em casa com o pé doendo e tomar o banho mais gostoso do mundo. Especialmente hoje, que deu pra brincar com véu e se divertir com mais um monte de coisa.

E hoje especialmente ainda teve CCBB pra assistir a peça da PeQuod, que foi boa pra caralho, e cada vez mais eu percebo o quanto teatro é um tipo de arte que tanto me impressiona, e que eu acho que nunca vou entender.

Tudo pra ser um grande dia. E ainda assim…

Alguma coisa em algum lugar simplesmente não assentou bem. Algo bateu onde não devia bater ou soou de um jeito que não devia soar. Uma sensação estranha, uma energia que não devia estar lá, um pensamento que não tinha porquê acontecer, mas aconteceu nonetheless.

E agora eu tô aqui pensando, pensando, pensando, com toneladas na cabeça.

E por coisa que eu nem sei se vale a pena. Ah, saber definir se as coisas valem a pena ou não, coisinha difícil.

Vamos ver amanhã o que emerge desse turbilhão. Espero que seja algo bom. Se não for, vou ter é que ver o que é que eu vou fazer…

To be better Monday, August 23, 2010

Posted by Ágata in Pensando....
add a comment

As vezes a vida me impressiona de um ou de outro jeito em específico. Porque impressionar ela sempre impressiona, e eu fico feliz de ainda conseguir fazer isso. Mas é engraçado, eu tenho mudado de atitudes, pensado em outras coisas de outros jeitos, e começa a parecer que eu tenho enxergado muito mais longe e muito mais nítido do que meus olhos míopes e astigmáticos me permitem, pela primeira vez e com tanta frequencia e tanta força.

É… é uma coisa diferente. É como quando eu coloquei os óculos sujos do meu pai que eu estava limpando, na festa junina do colégio de quinta série da Thamires, e descobri que com eles o mundo todo ficava muito mais nítido, exceto que naquela hora me descobrir míope não foi tão assombroso – a gente é criança, e tudo que é assombroso era muito mais simples. Dessa vez é diferente, é um canal aberto. É ver como tudo vai se ligando.

Eu tenho enxergado e aprendido muito com os outros, com as ações e omissões que eu vou vendo, com os conselhos que eu vou dando e que só na hora que saem da boca eu percebo o quanto são válidos e o quanto aquilo é importante e é algo que eu também não posso esquecer. E eu tenho tentado não esquecer, e eu tenho tentado aplicar e aprender. (more…)

The Onset of Chaos Wednesday, August 18, 2010

Posted by Ágata in Citações, Pensando....
add a comment

But what of faith?

What of fidelity and loyalty? Complete trust? Faith is not granted by tangible proof. It comes from the heart and the soul. (more…)

It’s all about dreams Sunday, August 8, 2010

Posted by Ágata in "Querido Diário", Citações, Pensando....
add a comment

E no que você quer acreditar como realidade ou não.

E particularmente hoje, num dia com várias idéias aleatórias na cabeça, outro trecho de um livro que a Thamires me mandou por e-mail já tem um tempão, livro este que eu acabei encontrando mais aleatoriamente ainda no albergue em Buenos Aires (sim, em português) e li lá no domingo de tédio da final da copa.

Só porque… well… porque eu tô tentando, me esforçando o máximo que eu consigo, pra melhorar eu tudo que eu ainda precise melhorar. Especialmente nessa área em específico. Por um ou dois casos meio graves e profundos. Pra ter mais fé e confiança. Anyway. (more…)

This Side of Paradise – F. Scott Fitzgerald Tuesday, June 29, 2010

Posted by Ágata in Citações, Diálogos, Pensando....
add a comment

I’m a slave to my emotions, to my likes, to my hatred of boredom, to most of my desires—” “You are not!” She brought one little fist down onto the other. “You’re a slave, a bound helpless slave to one thing in the world, your imagination.(more…)

Run with the haunted Monday, May 24, 2010

Posted by Ágata in Lembranças, Pensando....
add a comment

Tem certas coisas que nos perseguem. Por um tempo, que somem e depois voltam, que duram a vida inteira. Uma citação, uma estrutura de frase, uma banda, uma música, uma atitude, um signo, um número, um nome.

Ultimamente, um cheiro tem me perseguido. Um perfume que eu aprendi a associar a abraços longos e quentes. Agora os abraços tem sido cada vez mais curtos e mais frios, em compensação o perfume me persegue até as horas mais escuras da madrugada.

E as coisas como são Saturday, May 1, 2010

Posted by Ágata in Pensando....
add a comment

E fica o meu cansaço, o ardido nos olhos, o frio dos lençóis, um grande espaço vazio, e eu sem saber o que faço da vida.

What to do? Monday, March 22, 2010

Posted by Ágata in "Querido Diário", Pensando....
add a comment

When you know that you can dream of anything and just go and do it?

When you know that you can just throw it all away and (re)start again?

When you feel that you don’t belong anywhere, and since you don’t have roots…

(sometimes I wish I had. Sometimes I wish I had a tradition. Perhaps not having anything is also a kind of tradition)

First time ever that I wanted a big and peacefull place with few people around. But not the first time that I felt what I felt when I came back.

Am I this inconstant? Or am I just changed?

(more…)