jump to navigation

Pra variar [2] Monday, April 28, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário", Citações.
1 comment so far

Dor de cabeça e peso, peso, muito peso. Horas em que me sinto cansada, inútil, irresponsável. Isso vem se repetindo com uma freqüencia grande demais, e faz com que eu me sinta uma das piores pessoas do universo. Se continuar assim vou acabar com uma gastrite nervosa, o que só confirma ainda mais a decisão que eu tomei. Acho que meu limite chegou…

***

“Há um tempo para partir, mesmo quando não há um lugar certo para ir.”

Sobre a imensa indecisão de dois posts atrás: passou mais rápido do que veio. Um dia e meio com pensamentos que não saiam da cabeça, pra de repente vir outro pensamento: “se eu não me der essa chance, vou me arrepender”. E vai ser melhor mesmo, eu preciso de calma por mais estranho que pareça buscar calma nessa minha fonte… ai. Não sei. Na verdade, meu estômago tá ruinzinho (e isso as cinco e meia da manhã!) e eu não tô conseguindo raciocinar direitinho. Como eu disse, está complicado…

É, isso aí, vou lá. Daqui a pouco eu volto, acho…

Advertisements

A Canção de Amor de J. Alfred Prufrock – T.S. Eliot Friday, April 25, 2008

Posted by Ágata in Citações, Poesia.
Tags: , ,
add a comment

Tempo haverá, tempo haverá
Para moldar um rosto com que enfrentar
Os rostos que encontrares; 
Tempo para matar e criar,
E tempo para todos os trabalhos e os dias em que mãos
Sobre teu prato erguem, mas depois deixam cair uma questão;
Para ti, para mim tempo haverá
E para cem indecisões
E um cento de visões e revisões,
Antes de uma torrada e xícara de chá.

(…)

E na verdade tempo haverá
Para me interrogar: “Ousarei?” e “Ousarei?”
(…)
Ousarei perturbar o universo?
E haverá tempo em um minuto
Para resoluções e revisões que em um minuto
Terão o seu reverso.

Pra variar Thursday, April 24, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário".
1 comment so far

Dúvidas, dúvidas e mais zilhões de dúvidas.

Por que justo quando tudo aqui parece bem, parece tranqüilo? Quando parece que tudo está se ajeitando, ficando do jeito que eu quero… de repente eu vejo que talvez, bom, talvez eu queira outra coisa.

Eu nunca sei o que eu quero.

Ou melhor, eu sei bem. Só nunca sei bem como fazer pra chegar lá. Aí que mora o perigo…

Enfim, essa viagem foi boa. Descansei. Fiz as pazes com São Paulo, nada que uma chuva de verão com direito a arco-íris na Paulista não resolva. Conheci a USP, pode-se dizer que até trote levei, me apaixonei pela infra-estrutura da FFLCH, e pela previsão de ter uma fase que eu pulei. Será? Será que adianta, será que vale? Será que eu consigo ficar tão longe por tanto tempo? Dessa vez se eu for, não sei se ainda daria pra começar tudo de novo. Droga. Não é tão simples assim. Nunca é.

Engraçado e trágico ao mesmo tempo, quando algo chega de repente e sacode todas as suas certezas. Mais trágico do que engraçado. E quando a gente se pega pensando que talvez o melhor caminho para ir pra frente e chegar aonde se quer seja dar um passo pra trás. E aí?

Aceita-se alma paciente e ouvinte para conselhos. Ou que pelo menos ajude a fazer uma listinha de prós e contras. Pago três cervejas e uma ficha de sinuca.

Quinta-feira! /o/ Thursday, April 17, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário".
1 comment so far

Chega LOGO, sexta!

Ainda bem que essa semana passou mais rápida e menos problemática do que a passada (também, mais problemática era quase impossível). Amanhã a noite também não ficarei em casa, sábado de tarde começo minha terrível overdose paulista (fazer o que né?), ontem finalmente os óculos novos ficaram prontos – ah, ficou uma gracinha -, eu até socializei um pouquinho, e hoje sei lá, só sei que estou com fome :)

E uma visita muito produtiva à barraquinha de livros ontem rendeu o Suave é a Noite, do Fitzgerald, que eu estou louca pra ler (e The Time Traveler’s Wife acho que vai ter que esperar mais um pouquinho, de novo).

E falando nisso, coloquei um post novo no Lua Minguante.

Adoro quando eu falo, falo, falo e não digo nada. Pelo menos é relax x)

Inauguração do Meia Palavra! Wednesday, April 16, 2008

Posted by Ágata in Vale a pena.
Tags: , , , ,
1 comment so far

Yey!

Finalmente, depois de muito pensar, planejar e tentar fazer alguma coisa legal, o portal do Meia Palavra nasceu! ^^ um dos atuais projetos dos quais eu estou participando, só com gente que, como disse a Anica, “fez do lugar a sala de estar”.

Portal Meia Palavra

Vento e chuva Tuesday, April 15, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário".
1 comment so far

E friozinho e preguiça e mais chuva.

Hoje está chovendo desde as cinco da manhã aqui na Tijuca. Sabe, acho que estou ficando acostumada com essa história de acordar cedo, e por incrível que pareça ela está se mostrando boa, pelo menos bem útil… claro, minhas horas de sono continuam interrompidas e minhas olheiras estão crescendo escrotamente, isso seria bom se parasse. Vendo as últimas fotos tiradas de mim, eu chego a conclusão que realmente, assim fica difícil né… preciso mesmo que os óculos novos fiquem prontos logo. Sim, eu fico bem mais bonitinha de óculos. Disfarça olheiras maravilhosamente. E amanhã, no melhor do “estou sem grana mas foda-se”, irei ou na academia ou no tecido. Sabe, estou mesmo sem tempo, estou ainda sem grana, mas porra, não posso engordar assim não XD

(é, exagerada sim. Mas pô, a foto ficou muito ruim =P)

Dia útil pra escrever, escrever e escrever, e responder e-mails gigantes com mais coisas gigantes, pelo menos ainda dá pra ser útil pra algumas pessoas de vez em quando.

E lá fora mais chuva e vento, mas estranhamente aqui dentro a calmaria vai, aos poucos, se instaurando. :)

My Blueberry Nights Monday, April 14, 2008

Posted by Ágata in Citações, Vale a pena.
add a comment

J: I’ve had customers leaving keys here for years. Sometimes they pick them up in a few days, sometimes it takes a few weeks

E: Well, what about most of the time?

J: Most of the time, the keys stay in the jar

E: Well why do you keep them? You should just throw them out

J: No. No I couldn’t do that

E: Why not?

J: If I threw these keys away, then those doors will be closed forever. And that shouldn’t be up to me to decide, should it?

***

J: Those belonged to a young couple a few years ago. They were naive enough to believe that they were gonna spend the rest of their lives together

E: Well, what happened?

J: Life happened. Things happened. Yeah, time happened. It’s pretty much always the case more or less

***

K: You still have the keys?

J: Yeah… I always remember what you said about never throwing them away, about never closing those doors forever. I remember.

K: Sometimes, even if you have the keys those doors still can’t be opened. Can they?

J: Even if the door is open, the person you’re looking for may not be there, Katya.

***

L: Have you learned nothing from your time with me? You have to stop taking people at their word!

E: Maybe you should start

***

E: “In the last few days, I’ve been learning how to not trust people, and I’m glad I failed. Sometimes we depend on other people as a mirror, to define us and tell us who we are. And each reflection makes me like myself a little more”

***

E: Goodbye doesn’t always mean the end, sometimes it means a new beginning

***

E: It took me nearly a year to get here. It wasn’t so hard to cross that street afterall… It all depends on who’s waiting for you on the other side

A la James Ellroy Sunday, April 13, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário".
2 comments

(já que FINALMENTE estou chegando perto de acabar Tablóide Americano!)

Relatos desencontrados falam sobre o paradeiro de AS como: ela estaria em São Paulo neste fim de semana, porém testemunhas dizem que a mesma foi vista sexta-feira a noite ganhando sundaes no McDonalds em troca de um nome e um lote de perguntas (o nome e as perguntas ainda precisam ser averiguados), e no mesmo dia jogando pimball na Lapa, encaçapando a bola branca e errando as tacadas um grande número de vezes. Outras testemunhas ainda afirmar que viram uma garota de óculos escuros as oitro horas da noite na Cinelândia, mas agora no sábado assistindo ao Vasco x Fluminense, ou ainda comendo M&Ms e olhando a lua no 217. Há boatos de que ela estará hoje na Barra, assistindo ao filme da Norah Jones (nota: na Barra, longe pra caramba, e indo no cinema sem óculos?). Não se sabe se pode-se confiar inteiramente nos informantes, devido à sobriedade dúbia de todos. A única coisa certa é que ela tem tido alguns problemas para dormir (fontes próximas dizem que ela afirmou que “a cama fica grande demais de vez em quando”), que continua apertando os olhos pra ver direito, mas que mesmo assim os olhos ainda brilham. Ou seja, ela volta. É só dar um tempinho, que volta.

Jabá Thursday, April 10, 2008

Posted by Ágata in Vale a pena.
add a comment

Já que eu não consegui mostrar o conto que tinha ficado tão bacaninha terça, e pra ver se eu consigo escrever os contos que estão na minha cabeça já há tanto tempo…

Bom, nem tem muito o que dizer né?

Lua minguante :)

Atualizarei toda quinta-feira. Ou pelo menos vou tentar

(O título é coisa de nerd. Um pirulito pra quem descobrir de onde veio)

E aí? Wednesday, April 9, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário".
add a comment

E aí que eu não consegui ir na Baratos ontem, só porque o conto que eu escrevi ficou bom. E aí que eu acabei ficando a noite toda com um documento chato e gigante que eu não devo mais. E aí que a grana que eu tenho pra receber é alta, mas por enquanto eu espero pacientemente – não sei até quando. E aí que eu não consigo mais conversar com as pessoas que eu quero, nem quando eu realmente estou a fim. E aí que simplesmente ficar aqui no computador já é um esforço… tenho desejado tudo, menos isso.

E aí que quero ficar off. De certas coisas, pra poder descansar.

E aí que tá difícil…