jump to navigation

Não é que eu queira reviver nenhum passado Sunday, November 29, 2009

Posted by Ágata in Lembranças, Pensando....
add a comment

Mas, resolve minha dúvida:

Saudades lá tem hora ou ela é sempre inesperada assim?

É bom ver você feliz, mesmo sabendo que você não ficava assim comigo por perto e mesmo sabendo que agora eu só posso ver isso de longe e de vez em quando.

Such a waste, aren’t we?

Advertisements

Domingo Sunday, November 29, 2009

Posted by Ágata in Lembranças.
add a comment

And I’ll sleep with my pillows while you’re so far away.

That’s the best I can say, that’s the best I can say.

And my dreams… Friday, November 27, 2009

Posted by Ágata in Textos aleatórios.
add a comment

Well, they aren’t empty. But they are getting more and more weird DAY after DAY.

Eu realmente queria voltar a dormir bem, a coisa não anda boa. Sério. Eu deito porque estou cansada mas não consigo dormir antes de passar pelo menos 45 minutos rolando pela cama. E não consigo, de jeito nenhum, por mais que faça, acordar no horário que eu planejei. Durmo até duas da tarde e acordo cansada. Ou durmo umas duas horas e é como se tivesse descansado a noite inteira.

E tem meus sonhos. Parece que quando eu durmo é outra realidade – uma realidade onde as coisas tem continuação, fazem sentido, são histórias completas…

Não entendo O.o

Mas tô atribuindo isso às duas últimas semanas estafantes e cansativas e ao calor que não me deixa dormir direito. Deve ser isso, né?

Tiiiiiired… Thursday, November 26, 2009

Posted by Ágata in "Querido Diário".
add a comment

But, well, happy.

Ser raptada num dia de muito trabalho sempre é válido. Até ganhei sorvete, rá! XD

Agora vamos ver o que será do fim de semana. Ainda tenho muito, mas muuuuito trabalho pra fazer. Ainda etsou tremendamente cansada. Ainda estou com sérias restrições orçamentárias – tenho que fazer meus 10 reais durarem até eu receber semana que vem. Ah, é. E tem que trabalhar. Mencionei esse detalhe?

Ai, vida.

Ainda bem que as diversões compensam.

Stopping by Woods on a Snowy Evening – Robert Frost Wednesday, November 25, 2009

Posted by Ágata in Poesia.
1 comment so far

Whose woods these are I think I know.
His house is in the village though;
He will not see me stopping here
To watch his woods fill up with snow.

My little horse must think it queer
To stop without a farmhouse near
Between the woods and frozen lake
The darkest evening of the year.

He gives his harness bells a shake
To ask if there is some mistake.
The only other sound’s the sweep
Of the easy wind and downy flake.

The woods are lovely, dark, and deep,
But I have promises to keep,
And miles to go before I sleep,
And miles to go before I sleep.
(more…)

:) Sunday, November 22, 2009

Posted by Ágata in "Querido Diário".
add a comment

Que domingo bom ^^

Ok que perdi a hora, ok que cheguei atrasada (sooooorry!!!), mas a piscina tava ótima, o almoço tava ótimo, os gatinhos tavam ótimos, o macdonalds tava ótimo (xD), até o sono de volta no ônibus tava gostosinho.

E como eu as vezes ainda ajo como uma idiota. Como eu me espanto por certas coisas ainda me derrubarem.

Desculpem.

Isso me irrita. Me irrita profuuuundamente. Mas vai passar, sempre passa.

E também porque tendo avisos que vem por sonho, é bom que eu não posso nem pensar em esconder nada ;)

Não que eu fosse querer…

O carinho mais inesperado (e necessário, só eu sei o quanto necessário) do dia. A melhor frase pra se ouvir possível.

Domo arigatou, Ohkami (no?) Higure

Coisinhas pequenas Friday, November 20, 2009

Posted by Ágata in Textos aleatórios.
add a comment

Que me fazem sorrir sozinha.

Tipo achar 2 reais no bolso da calça e poder comprar um sorvete, ou o caixa do pão de acuçar todo bobo com sorrisinho pro meu lado, ou descobrir que a padaria aceita meu vale refeição (sorveeeeeete!!!), ou comprar pipoca pra fazer ou pensar que, mesmo que eu vá ter que arrumar o quarto amanhã (cof, caos, cof), eu tenho uma personagem nova bem fodona pra jogar e vai ser divertido pra caramba.

^^

Neil Gaiman Friday, November 20, 2009

Posted by Ágata in Pensando..., Poesia, Textos aleatórios.
add a comment

“Escrever é voar em sonhos.
Quando você se lembra. Quando pode.
Quando dá certo.
É muito fácil.”
(more…)

Desejo – Victor Hugo Thursday, November 19, 2009

Posted by Ágata in Pensando..., Poesia, Textos aleatórios.
1 comment so far

Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.
(more…)

Finally Wednesday, November 18, 2009

Posted by Ágata in "Querido Diário", Pensando....
add a comment

I’ve set a focus. A long-term one.

Já tava mais que na hora. Acho que agora achei algo realmente importante. Pra não ser mais assim levada pela corrente. Um pouquinho mais de ordem, que minha bagunça já tá demais, né? Criando vida própria, admito. Mas isso será arrumado. Fisicamente (iuc, meu quarto tá terrível) e em relação a planos. Tomar o controle da minha vida em todos os sentidos que ainda falta eu tomar conta.

Porque não adianta fazer faculdade se eu não souber o que fazer com ela. Não adianta continuar trabalhando se eu não souber que vou crescer com isso.

Não adianta ficar só no “eu vou, vai ser legal e quando chegar lá eu dou um jeito”.

Acho que eu FINALMENTE não só entendi isso, como decidi o que vou fazer a respeito. Mais que na hora, né? A vida vem tentando me ensinar isso há tanto tempo… só de pensar na inscrição da ufrj eu já vejo como eu devia ter aprendido antes. Uma das milhares de coisas que você tentou me ensinar, mas que eu só fui aprender muito tempo depois, quando já haviamos perdido tudo, não é? Tem gente que não tem jeito mesmo. Que só aprende depois de bater muito a cabeça na parede.

Mas, bom, é pra isso que as paredes servem, certo?

Porque pra me limitar, eu tenho certeza que não :)

Here we gooooooooooo, faculdade! Que 2010 venha com TUDO, porque eu quero aproveitar as if I was sucking the marrow of a bone ;)

Eu sempre soube que andar me fazia bem. Mas ultimamente tenho visto que andar acompanhada – mesmo por quem não gosta de andar tanto mas ainda assim vai comigo – tem me feito um bem maior ainda. Rá!