jump to navigation

Ah, e então? Monday, February 9, 2009

Posted by Ágata in "Querido Diário", Pensando..., Textos aleatórios.
trackback

Bom.

Ultimamente, as pessoas só tem feito perguntas difíceis, tipo ” e aí, como você está?”

Ok, ok, not funny. :P

Mas cara, tem sido, não sei… complexo. Cheio. Muitos pensamentos pra pouca cabeça e pouco tempo de papo. Muitas responsabilidades que eu escolhi ter e que andei me perguntando aonde raios eu estava com a cabeça, que merda foi essa onde eu fui me meter? E as vezes ainda dá uma vontade tão grande de chutar tudo e sair por ai andando. De fazer merda e de não ter nenhuma responsabilidade, considerando que – oh! – eu estou na idade de nãoa ter nenhuma responsabilidade e fazer merda (não necessariamente nessa mesma ordem). Mas, resumindo, eu queria uma folga. Não uma folga como um domingo, uma folga de ser gente grande.

Nem precisa ser por um mês inteiro ou uma semana ou um fim de semana completo. Mas mais que quinze minutos. Uma tarde, um dia, com alguém pra esquecer que eu trabalho demais, que eu tenho contas pra pagar demais, que eu tenho tempo de menos, que eu estou ansiosa demais, pra falar como eu estou ansiosa com o começo da nova faculdade que vai significar uma mudança no jeito como eu vivo há dois anos – são sempre ciclos de dois anos, anyone noticed? – e que eu sei que vai ser bom e legal e divertido, mas eu ESTOU ANSIOSA. Dammit. Ainda mais por saber que no momento eu só posso esperar. Me sinto uma ariana: dai-me paciência, mas eu quero agora.

(viu, Nathasha, eu te entendo de vez em quando :D)

Não adianta falar que eu estou ansiosa, eu sei. Eu sei que estou dramática. Eu sei que não precisa de tanto. Eu sei que vai dar tudo certo, eu sei que estou no caminho certo pelo simples motivo que se fosse o caminho errado, eu não estaria nele (e nessas horas eu sou extremamente simplista ;) ). Mas eu tenho andado bastante quando dá, e o problema é que andar sozinha não me adianta mais. Eu fico sem andar, se for pra ficar sentada conversando. Se for pra rir de algo que pra variar não sejam as desgraças da vida – é divertido e tals, mas já deu né?

Enquanto isso, vou escrevendo e isso me faz muito bem. Todo o poder de fazer o que eu quiser, de viver os sonhos que bem entender, de controlar o que eu quiser controlar no momento em que eu sinto o controle da minha vida totalmente fora das minhas mãos.

Já passei por momentos BEM piores. Está tudo bem, pra falar a verdade. Eu só estou com pressa.

Apressado come cru, eu sei.

Advertisements

Comments»

1. Nathasha - Thursday, February 12, 2009

“mas eu quero agora.

(viu, Nathasha, eu te entendo de vez em quando :D)”

Pf… calma é para os fracos.
E comer cru é mais gostoso. ;P

(ô ironia, eu só gosto de coisas bem-passadas, mas…)

2. Rafaela - Monday, February 16, 2009

bom tem gente que gosta de comida crua.
e pessoas que nem eu e a Na ja nos acostumamos pq aries nao sabe esperar srsrsrs.

se cuida ai ok?? assim que eu conseguir eu fujo pra ficar ai com vc um tempo ou pra pelo menos ir dizer oi quer que eu arrume seu cabelo? lembra old times.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: