jump to navigation

Respiro o abismo Tuesday, July 15, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário", Música, Pensando....
trackback

Tempo grane sem atualizar, né?

Andei recebendo visitar por aqui, e aproveitando pra sair de casa ^^ (eu andava com um pouco mais de paciência, mas já vi que não adianta nem ter esperança a respeito disso. Ok, fuck off)

Xande esteve por aqui, me diverti muito. Fui pra festinha que não ia faz tempo, gastei dinheiro que não devia, tomei sorvete, comi pipoca, vi filme. Ah, e perdi a voz. Estou totalmente rouca… arght.

Mas foi bem divertido também pra pensar em tudo que anda acontecendo. Bom, não que todos os pensamentos tenham sido assim divertidos, mas enfim. É sempre útil.

E vem essa vontade imensa de sair por ai…

Essas coisas nauticas sempre me perseguindo. Ai ontem, enquanto traduzia a entrevista do Capitão-de-Mar-e-Guerra sobre a Capitania dos Portos, me veio vindo uma vontade, quanto mais eu pesquisava… eu sempre me perco nessas coisas, porque é uma das áreas que eu menos entendo. Coisas náuticas e coisas militares, uma mistura das duas. Só que ao mesmo tempo é uma coisa que eu queria taaaanto entender, não sei por que! Mas parando pra pensar, faz bastante sentido.

E pesquisa vai, pesquisa vem… ficam uns pensamentos plantados na minha cabeça.

Quem sabe?

Deu vontade de sair, ver, sentir, cheirar, até apanhar um pouquinho. Esse povo idiota que fica só na teoria… eu quero ouvir histórias, quero coletar histórias. O Renato andando por aí, perdido na França. O poeta perdido ouvindo saltos nas ruas de Paraty. Pessoas metendo o pé na rua pelo simples prazer de sentir a rua. Ouvir palavras novas em idiomas estranhos, sentir gostos novos de coisas absurdas…. ah, não sei. Esse bichinho vez ou outra aparece pra me atormentar. Um dia desses, quem sabe ele ganha.

Ia falar dos pensamentos estranhos aos quais eu sempre volto, do sonho ao qual eu não quero voltar, dos medos contra os quais eu ando tendo que luvar. Mas não vale a pena.

Vale a pena o mar, e vale a pena sair andando por aí.

E um dia desses eu saio.

(Cada tua filha, uma ilha
Pétala n’água salgada
Lágrima cristalizada.)

Advertisements

Comments»

No comments yet — be the first.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: