jump to navigation

E falando em música… Sunday, June 29, 2008

Posted by Ágata in "Querido Diário", Música, Pensando....
trackback

Agora com o youtube funcionando relativamente bem, eu acho que me viciei um pouquinho nele. E hoje sabe-se lá pq comecei a fuçar nos videos favoritos das pessoas… sabe, esse tipo de coisa ninguém nunca faz se não tiver com muito tempo livre ou minimamente interessado, ou pelo menos se tiver com tanta coisa pra fazer que acaba não fazendo absolutamente nada (meu caso, oi).

E o resultado disso foi que eu acabei de baixar (e estou ouvindo) o Laundry Service, da Sharika, depois de fuçar nos videos da Nathasha.

É.

Nostalgia total… engraçado que eu não ouvia Shakira quando era pop, mas pra mim Shakira é totalmente 2005. Especialmente o Laundry Service, e La Tortuta também, apesar de La Tortura ser de um pouco depois. Hoje eu queria muito que a Nathasha ainda tivesse a lista de músicas da Hora do Almoço (ela diz que tem, mas cadê?), acho que esse CD estaria lá quase inteiro. Poem to a Horse (so what’s the point of wasting all my words / if it’s just the same or even worse / than reading poems to a horse), Te Aviso Te Anuncio (a prueba de patadas!), Eyes Like Yours (my one desire / all I aspire is in your eyes / forever to live), Underneath Your Clothes, e por aí vai, ó…

Isso é tão Hora do Almoço. Isso é a noite com pizza e vinho ao redor da mesa sem achar solução nenhuma, pra ouvir o cd no dia seguinte e descobrir as palavras… e andar de noite pelas ladeiras do Sumaré, é Sódio, Prata e Thório…. hahahaha, tanta coisa!

Cara, pode falar o que for, pode ser brega, ser pop, mas é bom. E vamos combinar, tem umas letrinhas ótimas. Todo mundo tem lá seus gostos que não admite xD

Sem contar que, né, a Sharika além de tudo é gostosa e dança pra caramba.
(apesar do peito pequeno – que lembra de ooooooutra conversa sobre peitos da Britney, Shakira e Beyonce na mesa do Zinhos)

Só pq hoje já passei o dia pensando em como eu sempre quero demais, fico ai querendo o passado e o presente… ah!

Pra terminar, vai, letrinha de Whenever, Wherever :)

(pq além de tudo é uma letrinha desgramada, hein?)

Lucky you were born that far away
So we could both make fun of distance
Lucky that i love a foreign man for
The lucky fact of your existance
Baby I would climb the Andes solely
To count the freckles on your body
Never could imagine there were only
So many ways to love somebody

Can’t you see…I’m at your feet

Whenever, Wherever
We’re meant to be together
I’ll be there and you’ll be near
And that’s the deal my dear

You’re over, you’re under
You’ll never have to wonder
We can always play by ear
But that’s the deal my dear

Lucky that my lips not only mumble
they spill kisses like a fountain
Lucky that my breasts are small and humble
So you don’t confuse them with mountains
Lucky I have strong legs like my mother
To run for cover when i need it
And these two eyes are for no other
The day you leave will cry a river

At your feet…I’m at your feet

Whenever, Wherever
We’re meant to be together
I’ll be there and you’ll be near
And that’s the deal my dear
You’re over, you’re under
You’ll never have to wonder
We can always play by ear
But that’s the deal my dear

We can fly, say it again

Tell me one more time
That you’re there
Lost in my eyes …

Advertisements

Comments»

No comments yet — be the first.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: