jump to navigation

A suave delicadeza* Monday, March 3, 2008

Posted by Ágata in Textos aleatórios.
trackback

Uma manhã, uma cama, um ventilador de teto, uma conversa.

Ele fala: é muito chato ser o único sóbrio quando todos os outros estão bêbados. Você não acompanha. É como se todos estivessem em uma outra realidade, e você estivesse do lado de fora só olhando.

Ela fala: sei como é isso… mas as vezes é o que eu sinto mesmo quando estão todos sóbrios.

*”e você se pergunta o que aconteceu / à última / e à outra antes dela… / é tudo tão confortável / esse fazer amor / esse dormir juntos / a suave delicadeza… (…) – outra cama, outras orelhas, outros / brincos, outras bocas, outros chinelos, outros / vestidos / cores, portas, números de telefone. / você foi, certa vez, suficientemente forte para viver sozinho.”

Outra cama – Charles Bukowski. Tradução de Pedro Gonzaga.

Advertisements

Comments»

1. Menegroth - Monday, March 3, 2008

As vezes….só as vezes…eu gosto de ser o sóbrio quanto todos estão bêbados…mas juro…é por pura filhadaputagem…
Dá pra fazer muitas coisas assim…rsss

2. tpistorezzi - Tuesday, March 4, 2008

“você foi, certa vez, suficientemente forte para viver sozinho” é realmente foda!!!

As vezes me sinto completamente embriagada num mundo onde todos estão bêbados e jogados pelos cantos. Enquanto a aminésia toma conta da cabeça de uns, outros se lembram de absolutamente tudo.

Tô com saudade, muita saudade de você. Precisamos sair qdo eu voltar.

Bjs


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: